segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

ASSUNTO INTELIGENTE: Donald & o muro dividindo os Estados Unidos e o México:


Hola, everybody,

Depois de um bom tempo sem postar nada no quadro "Assunto Inteligente", eu finalmente estou de volta para debater com vocês sobre mais alguma coisa que de fato merece nossa atenção. Hoje, falaremos sobre os planos reais do Donald Trump de construir um muro entre os Estados Unidos e o México.

Essa história, na verdade, já é bem velha e vem sido apresentada desde o início de sua campanha para a presidência. Segundo as palavras do mesmo, o muro serviria para que gente ruim (fazendo um eufemismo com as palavras do novo "presidente"). Seus planos também incluem deportar milhões de imigrantes ilegais do solo americano, separando famílias e contribuindo também para um possível enfraquecimento da economia, já que a maioria desses imigrantes trabalham como podem para garantir a vida e o sono americano.

Como se já não fosse o bastante os diversos discursos ofensivos contra os latinos e imigrantes de outras partes do mundo, Trump ainda faz questão de que a conta do tal muro, ou como é chamado em inglês, The Great Wall seja de responsabilidade do governo mexicano.

Dentre os seus apoiadores, já se fala em prolongar o muro até a California, desde que a ideia de uma eventual separação se tornou algo a se discutir após a vitória de Donald no mês de agosto do ano passado. Um verdadeiro tiro no pé caso isso aconteça, já que a Califórnia é indiscutivelmente um estado que tem uma boa economia local.

De maneira geral, a opinião que eu tenho a manifestar sobre a situação é que a construção do muro por si só já e algo absurdo, já que precisamos construir mais pontes, não trazer o muro de Berlim para o século XXI. Sobre o México ter que pagar a conta de algo que um velho branco e podre de rico imagina é ainda mais absurdo. Qual é? Todos sabemos que todos os ano sem pagar impostos é o suficiente para pagar por isso, logo, essa conta deveria ser dele mesmo.

É apenas por enquanto. Deixe nos comentários o que você acha sobre essa situação toda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário