terça-feira, 10 de janeiro de 2017

STORYTIME: Como eu aprendi inglês?


ūüé∂ Yeaaaaah it's a party in the U.S.A. ūüé∂

√Č HORA DE UM NOVO SEGMENTO!!!! E nele, eu vou contar sobre coisas que aconteceram comigo alguma vez e coisas do tipo. E nada melhor que come√ßar com um assunto que tamb√©m √© utilidade p√ļblica e eu vou contar como eu aprendi ingl√™s:

Em um mundo comandado pelos Estados Unidos, a língua inglesa é essencial e talvez a mais importante também. Eu tenho uma boa experiência aprendendo esse idioma, é um processo divertido que transcende os limites gramaticais e alcançam também a cultura e os costumes de outro ou outros países.

Eu tinha apenas 6 anos quando eu entrei em contato pela primeira vez com as primeiras no√ß√Ķes da l√≠ngua na escola. Era realmente algo novo e excitante e eu fingia estar falando ingl√™s quando na verdade era uma linguagem que nunca existiu. Eu nasci para isso! Literalmente.

Aos 10 anos, na entrada da minha pr√©-adolesc√™ncia, eu conheci a MTV e fui apresentado a um novo mundo completamente novo que s√≥ me fez afundar mais ainda na cultura americana. Miley Cyrus e Lady Gaga foram como minhas primeiras professoras de ingl√™s, porque com n√£o apenas com suas m√ļsicas, mas como tamb√©m com a de v√°rios outros artistas, eu come√ßava a aprender muitas palavras, g√≠rias, e, √†s vezes, palavr√Ķes tamb√©m.

Foi tamb√©m na mesma √©poca que eu entrei no meu primeiro curso de ingl√™s, mas na verdade era um grande fiasco, principalmente porque a empresa respons√°vel era uma fraude e pegava emprestado o pr√©dio da Escola T√©cnica - que √© realmente enorme, s√©rio - e a mesma teve que dar o jeito de segurar as aulas dos cursos por pelo menos mais um per√≠odo. Esse √ļltimo per√≠odo foi corrido e as aulas levavam a manh√£ toda para acabar antes de dezembro daquele ano.

Desde ent√£o, eu continuei aprendendo ingl√™s da mesma forma que eu vinha aprendendo h√° pelo menos alguns anos: Escola e m√ļsica. Filmes e s√©ries de TV tamb√©m s√£o uma √≥tima op√ß√£o para isso e tamb√©m me ajudaram. A TV a cabo √© melhor ainda, j√° que a maioria dos canais oferece a op√ß√£o de assistir no idioma original.

Em 2013, eu tive minha primeira experiência falando com estrangeiros e desculpem, pobres mortais, mas foi com ninguém menos que Demi Lovato, e por telefone. #Pasmem. Mas essa história eu vou deixar para outro Storytime, se vocês quiserem.

Em 2014, justo no ano em que eu entrei no ensino médio, também iniciei o curso de idiomas do Sesc - esse não é um post patrocinado, btw, mas eles arrasam - e logo na turma de inciantes eu já escutei da boca da professora que eu tava adiantado de mais para estar ali naquela turma, então ela me recomendou que eu fizesse o teste de nivelamento. Eu disse que não, afinal, era a perfeita oportunidade de aprender a gramática correta desde o início. Dito e feito: eu aprendi coisas que nunca poderia imaginar.

Desde então, meu inglês melhorou mil por cento, assim como meu português também melhorou e de certa forma, meu conhecimento geográfico e histórico também e eu aprendi muito sobre os Estados Unidos, sua cultura, suas cidades e agora eu sou como um americano de alma.

Meus m√©todos tamb√©m melhoraram, na verdade, aumentaram: Agora eu tamb√©m conto com a r√°dio (atrav√©s do TuneIn, do qual eu j√° falei bastante sobre), com as configura√ß√Ķes do meu celular em ingl√™s (isso ajuda pra cac*te) e com o YouTube tamb√©m.

Quanto ao sotaque brasileiro: A minha técnica para não ter sotaque ou ter um sotaque mínimo é repetir as palavras exatamente como você escuta da boca de um nativo, tentar imitar os sons nos mínimos detalhes. Pelo menos funcionou pra mim.

Para você que quer aprender inglês ou outra língua, é completamente possível, basta se dedicar e querer bastante aprender isso e então, é só arrasar!

Let your comment down bellow telling me if you speak english too. Do you speak other languages? Which? Oh, and tell me also if you want me to write a Storytime of when I talked to Demi on cellphone. Luv ya', xoxo.

4 coment√°rios:

  1. Lacroso! Falou com a Demi por telefone?!?! N√£o creio hsuahsahu E olha que nem sou f√£ dela '-'
    Acho a l√≠ngua inglesa uma coisa linda demais, sempre quis aprender ♥ Ano passado eu entrei num curos, era bom, mas um pouco salgado o pre√ßo... Dai veio a crise e tive que largar no terceiro m√™s Blog: Skull Minds
    Twitter
    Tumblr
    Snap: maisaindia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os preços desses cursos são realmente terríveis, mas o melhor de se aprender outra língua é que você só precisa deles para aprender a parte técnica da coisa. Falo por experiência própria, de alguém que aprendeu muito com Lady Gaga e Miley Cyrus fbirdfg.

      Excluir
  2. Oooi! Eu arranho um pouco no ingl√™s porque vejo muitas s√©ries e seempre to envolvida com m√ļsicas do pop! Como edito layouts ent√£o sei o b√°sico de configura√ß√Ķes e comandos, que s√£o todos em ingl√™s. Algo que me ajuda e muito s√£o os textos da lingua, uso muitas t√©cnicas de leitura como skimming, scanning e etc, isso me ajudou muito a conhecer e interpretar a lingua de uma maneira nunca aprendida. N√£o sou do tipo que entende palavra por palavra de dialogos ou que sabe traduzir musicas perfeitamente, mas sempre consigo arrancar o significado geral: o que ajuda e muito em provas hahaha.

    http://umagarotanadaencantada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu nunca realmente busquei qualquer técnica de leitura. Na verdade eu acredito que não tenha problemas nessa parte exatamente porque eu não tenho problemas no português pra interpretação de textos. Eu realmente leio bastante coisas em inglês graças à Internet também, de certa forma ajuda até quando pensamos que não.

      Excluir